Select Language

Porque é que os travões dos automóveis fazem um ruído - e como resolvê-lo

Gostaria de saber como reparar travões que chiam? Os condutores dirigem-se frequentemente às oficinas para questionar acerca de ruídos misteriosos dos travões, sendo que existem muitas causas. Diferentes tipos de ruídos indicam diferentes tipos de problemas. Sendo a culpa do ruído frequentemente atribuída aos próprios travões, o mesmo pode ser originado por vibrações ou desgaste no conjunto da dianteira. Continue a ler para saber mais acerca do ruído dos travões e obter informações que o irão ajudar a efetuar um diagnóstico do ruído dos travões. 

Os diferentes tipos de ruído dos travões

1.  Baixa frequência (ruídos profundos ou trepidações)

CAUSAS PROVÁVEIS:

  • Discos danificados
  • Mau fabrico do disco, originando variação da espessura do disco excessiva
  • Instalação incorreta do disco, levando a excentricidade excessiva
  • Discos danificados, com desgaste inconsistente ou bastante corroídos
  • Desgaste excessivo das pastilhas, levando a acumulações no disco

SOLUÇÃO:

  • Remova o disco de travão e limpe todas as superfícies do conjunto do travão
  • Substitua o disco de travão

2. Frequência média (chiadeira)

CAUSAS PROVÁVEIS:

  • Pastilha de travão mal instalada
  • Localização incorreta de acessórios antirruído, tais como chapinhas
  • Discos demasiado finos
  • Movimento difícil do pistão da pinça
  • Não planaridade da superfície de trabalho do disco

SOLUÇÃO:

  • Limpe e lubrifique os componentes da pinça
  • Certifique-se de que a planaridade do disco mantém uma tolerância de 0,1 mm (depois de instalado)
  • Limpe a superfície do cubo
  • Substitua o disco de travão e verifique se as pastilhas de travão, as chapinhas e os acessórios estão instalados corretamente
  • Considere atenuar o ruído através de chapinhas ou de pastilhas de travão que possuam elementos antirruído

3. Alta frequência (rangido)

CAUSAS PROVÁVEIS:

  • O motivo habitual para um ruído de rangido estridente é a vibração do material de fricção durante a utilização dos travões

SOLUÇÃO:

  • Substitua o conjunto de pastilhas de travão
  • Verifique se os acessórios dos travões (incluindo os grampos das pinças) são os corretos e se estão bem instalados

Pistas visuais quanto a problemas de ruído dos travões

Pode ficar com uma boa ideia das causas prováveis do ruído ao ver o aspeto das superfícies das peças dos travões. Levante o veículo, retire as pastilhas e analise atentamente todas as superfícies para detetar sintomas e identificar soluções. Pode detetar:

A) Pastilhas afiladas

Se conseguir ver pastilhas afiladas, isto será provocado pela pinça. Ou as corrediças da pinça estão a prender, ou a pinça ficou deformada ou pode existir folga excessiva da pinça.

Solução: Substitua o conjunto de pastilhas e repare a pinça.

B) Placa de apoio danificada

As placas de apoio podem ficar fragilizadas e danificadas com o passar do tempo. Isto pode dever-se a desgaste normal, ou a uma instalação incorreta ou forçada. Uma placa de apoio desgastada pode provocar ruído e até uma avaria dos travões.

Solução:Substitua todo o conjunto de pastilhas de travão. 

C) Desgaste irregular

Caso exista desgaste irregular na superfície da pastilha de travão, isso significa que existe desgaste irregular no disco de travão. Conseguirá ver um bordo de desgaste no disco de travão.

Solução: Substitua os discos de travão e as pastilhas.

D) Desgaste irregular no eixo

Pode conseguir ver que uma ou mais pastilhas de travão no conjunto do eixo estão excessivamente gastas. Isto significa que o pistão da pinça ou os pinos guia ficam presos.

Solução: Verifique as corrediças da pinça e os pistões e substitua as pastilhas. Verifique os discos.

E) Danos provocados pelo pistão

Por vezes, os elementos antirruído (como o revestimento de borracha ou da chapinha) são danificados pelo pistão. Isto deve-se ao facto de o pistão não se retrair totalmente ou à utilização intensa dos travões e consequente sobreaquecimento.

Solução: Substitua o conjunto de pastilhas de travão e repare a pinça.

 

O que pode fazer para os travões pararem de ranger?

Para evitar o desenvolvimento de problemas de ruído dos travões, certifique-se de que as pastilhas de travão e as pinças são devidamente montadas. Eis as nossas dicas para uma montagem correta:

strip-and-clean-up

1. Retire e limpe os pinos e corrediças da pinça.

use-emery-paper

2. Se existir ferrugem abundante ou substâncias nocivas, utilize papel de lixa para garantir que a pinça consegue deslizar

pins-lubrication

3. Os pinos necessitam de lubrificação para garantir um movimento livre, ou poderão ficar presos no corpo da pinça. Verifique o estado dos foles de borracha do pino deslizante para impedir a entrada de água.

free-piston-movement

4. Certifique-se de que ocorre o livre movimento do pistão e retraia o pistão completamente. Isto é essencial para evitar quaisquer danos na chapinha ou no revestimento de borracha.

check-brake-pads-fit

5. Confirme se as pastilhas de travão encaixam de uma forma livre e fácil nos suportes da pinça.

clean-burrs-off-edges

6. Elimine quaisquer rebarbas das extremidades da pastilha de travão, se necessário. A pastilha tem de se mover livremente dentro dos suportes para evitar o contacto contínuo, chiadeira ou desgaste irregular.

lightly-lubricate-contact-pins

7. Em alguns casos (por ex., pinças velhas e enferrujadas), é boa ideia lubrificar ligeiramente os pontos de contacto entre a placa de apoio metálica e as corrediças com massa lubrificante de cobre (N.B.: tenha cuidado para que a massa lubrificante NÃO toque nos materiais de fricção e siga as instruções do fabricante ).

insert-wear-indicators

8. Insira os indicadores de desgaste no interior ou sobre as pastilhas de travão (quando apropriado).
9. Aparafuse os parafusos de fixação da pinça.
10. Substitua os parafusos fixadores de rosca por outros novos.

correct-sequence-recommendations

11. Siga as recomendações de sequência e de binário de aperto corretas.
12. Após a pinça do travão estar novamente montada, acione o pedal do travão até o curso ser de cerca de um terço do possível curso total.
13. Verifique se o travão funciona corretamente, incluindo a retração da pastilha.
14. Está na altura de reinstalar a roda. Se rodar livremente, o veículo está pronto para circular.

Efetue um teste de estrada para garantir que o sistema de travagem está completamente operacional. Quando o automóvel for devolvido ao condutor, aconselhe-o acerca do acamamento para evitar trepidação dos travões no futuro e garantir a máxima eficácia. 

 

Os conteúdos deste artigo destinam-se apenas a propósitos informativos e de entretenimento e não devem ser utilizados como uma alternativa à obtenção de aconselhamento profissional por um técnico ou mecânico certificado. Encorajamos a consulta de um mecânico ou técnico certificado caso tenha perguntas ou dúvidas específicas relativamente a qualquer um dos tópicos aqui abrangidos. Em nenhuma circunstância seremos responsáveis por qualquer perda ou dano resultantes da sua confiança em quaisquer conteúdos.

Problemas na eficácia da travagem

Ver o nosso conselho

Problemas de Trepidação na Travagem

Ver o nosso conselho

Luzes de Aviso dos Travões

Ver o nosso conselho