Select Language

Velas de ignição e velas de incandescência: qual é a diferença?

É uma boa pergunta. Vamos começar com a principal semelhança. Todos os motores de combustão precisam de três coisas: combustível, ar e calor ou uma fonte de ignição. Tanto as velas de ignição como as velas de incandescência são a fonte de ignição num motor de combustão. Portanto, qual é a diferença? A resposta mais rápida é o tipo de motor em que se encontram. As velas de ignição só se encontram em motores a gasolina e as velas de incandescência nos motores a gasóleo.

Mas porque é que estes dois tipos de motores têm um processo de arranque diferente? O que é que as velas de ignição e as velas de incandescência fazem, de facto? E como é que desempenham a sua função para ajudar o motor a arrancar? Continue a leitura para descobrir.

Velas de ignição

O que é uma vela de ignição?

Uma vela de ignição é uma peça essencial da ignição, pois o seu automóvel a gasolina não consegue arrancar sem ela. Basicamente, é um componente elétrico que pode ser encontrado na cabeça do cilindro do motor, onde recebe uma carga de alta tensão vinda da bobina de ignição que lhe está ligada. A carga passa pela vela de ignição em direção aos elétrodos, onde salta a folga enquanto faísca elétrica que causa a combustão.

Qual é o aspeto de uma vela de ignição?

As velas de ignição têm um condutor central, envolvido por um isolador e revestidas por um casquilho. Normalmente, o isolador é feito de cerâmica e é importante para garantir que a faísca só se realiza na extremidade do elétrodo. Como a vela de ignição está localizada na parede da câmara de combustão, tem de encaixar perfeitamente para que a câmara de combustão permaneça selada com pressões e temperaturas altas durante longos períodos de tempo e utilização prolongada. As velas de ignição podem ser de vários tipos (cobre, platina ou irídio), tamanhos (rosca ou porca), tipo de vedação (cónico ou anel de retenção) e folga de faísca.

Como funciona uma vela de ignição?

Uma vela de ignição trabalha continuamente para garantir o funcionamento do motor. Num automóvel a gasolina, o combustível é misturado com o ar de admissão no corpo do acelerador antes de ser injetado na câmara de combustão. A vela de ignição recebe uma carga de alta tensão da bobina de ignição, fazendo com que produza uma faísca e se dê a ignição da mistura combustível-ar. Este processo é repetido milhares de vezes por minuto.

Velas de incandescência

O que é uma vela de incandescência?

É possível fazer arrancar um motor a gasóleo quente sem utilizar uma vela de incandescência, ou em climas quentes, graças à temperatura relativamente alta do ar de admissão e à temperatura de ignição relativamente baixa do gasóleo. No entanto, isto não é suficiente para garantir uma ignição adequada do combustível injetado a qualquer temperatura, o que resulta em emissões de escape mais elevadas. Uma vela de incandescência resolve este problema. É um dispositivo de aquecimento elétrico em cada cilindro do motor a gasóleo que garante arranques fiáveis em todas as condições meteorológicas.

Qual é o aspeto de uma vela de incandescência?

Uma vela de incandescência é uma peça metálica esguia e comprida com um elemento de aquecimento na extremidade. O elemento de aquecimento é fabricado com materiais resistentes à oxidação e às altas temperaturas.

Como funciona uma vela de incandescência?

Ao contrário de uma vela de ignição, que trabalha constantemente enquanto conduz, uma vela de incandescência só é necessária durante o processo de ignição. A vela de incandescência funciona através da eletrificação do elemento de aquecimento, para que este aqueça e emita uma luz visível (daí o nome). O ar de admissão é comprimido antes que o injetor de combustível pulverize combustível diretamente para a extremidade quente da vela de incandescência, durante a injeção do combustível. O combustível injetado é misturado com o ar comprimido, evapora e inicia a combustão quase imediatamente, mesmo quando o motor está frio.

Velas de ignição e velas de incandescência Champion

Se estiver a deparar-se com problemas com a atual vela de ignição ou velas de incandescência, seja Champion e consulte os Identificadores de Problemas da Champion. Dispõe de imensas pistas e dicas sobre como identificar e resolver possíveis problemas e sobre o efeito que esses problemas poderão ter no motor.

ver os identificadores de problemas

 

Os conteúdos deste artigo destinam-se apenas a propósitos informativos e de entretenimento e não devem ser utilizados como uma alternativa à obtenção de aconselhamento profissional por um técnico ou mecânico certificado. Encorajamos a consulta de um mecânico ou técnico certificado caso tenha perguntas ou dúvidas específicas relativamente a qualquer um dos tópicos aqui abrangidos. Em nenhuma circunstância seremos responsáveis por qualquer perda ou dano resultantes da sua confiança em quaisquer conteúdos.

Compartilhar

Trocar uma vela de ignição num motor moderno requer ferramentas e competências específicas. O nosso mecânico especialista da Champion, John, mostra-lhe como, num Toyota AURIS TOURING SPORTS break 27R-FXE a gasolina de 2013. 

Como trocar velas de ignição


Dica do especialista: o nosso mecânico da Champion, John, mostra-lhe como trocar uma vela de incandescência, com demonstração num Opel Zafira B 1.9 CDTI Z19 DTL a gasóleo de 2005.
 

Como trocar velas de incandescência