Select Language

Como testar conjuntos de cabos de ignição?

Os cabos das velas de ignição fornecem milhares de volts – atingindo os 45 000 V, dependendo da aplicação – às velas de ignição. Para o fazerem com êxito, têm de estar revestidos com um isolamento espesso para evitar que alta tensão saia do cabo antes de atingir a vela de ignição e deve existir um fole de borracha em cada extremidade para proteger os conetores de humidade, corrosão, óleo e outros contaminantes. Adicionalmente, os cabos têm de ser fabricados adequadamente para cumprirem rigorosamente os requisitos de OEM e, assim, garantirem ignição precisa, desempenho do motor excelente, consumo de combustível económico e supressão de EMI (interferência eletromagnética).

No entanto, os cabos das velas de ignição funcionam num ambiente agressivo. Por isso, independentemente da forma como são fabricados, podem falhar, o que faz com que as velas de ignição tenham uma faísca fraca ou até mesmo nenhuma.

Os cabos defeituosos das velas de ignição podem causar:

  • Falha de ignição do motor,
  • Maior consumo de combustível,
  • Falta de potência,
  • Imobilização,
  • Ralenti áspero,
  • Problemas no sistema de combustível, tal como combustível no cilindro,
  • Problemas ao fazer arrancar o automóvel, 
  • Iluminação da luz de aviso do motor,
  • Possível avaria da eletrónica a bordo, tal como do rádio ou do GPS.

Infelizmente, os cabos da vela de ignição defeituosos partilham os respetivos sintomas com muitos outros componentes defeituosos do motor. Por isso, é boa ideia verificar os cabos das velas de ignição para confirmar se são eles os culpados.

Felizmente, esta é uma tarefa fácil que não demora muito tempo.

Como testar os cabos das velas de ignição

Antes de começar a testar os cabos das velas de ignição, certifique-se de que dispõe das seguintes ferramentas:

  • Cabo de ligação direta (30-60 cm de comprimento)
  • Alicate para cabo da vela de ignição (se disponível)
  • Pano limpo
  • Fita métrica
  • Multímetro ou ohmímetro digital ou analógico
  • Manual do proprietário do seu automóvel
  • Tapete de borracha

Para estes testes, é importante testar cada cabo separadamente. Por outras palavras, desligue um cabo, realize o teste, volte a ligá-lo e passe ao cabo seguinte. Quando voltar a ligar um cabo, certifique-se de que não está demasiado perto de outros componentes eletrónicos ou de algo quente, como o escape. Através deste processo cabo a cabo, cada um será novamente ligado ao seu cilindro correspondente, garantindo que a ordem de acionamento do sistema de ignição é o correto para que o motor continue a funcionar.

1. Inspecione os cabos e os grampos

Numa área bem iluminada, remova e inspecione visualmente os cabos das velas de ignição, um de cada vez. Limpe todos os cabos com um pano e depois procure danos físicos, como cortes e marcas de queimaduras nos cabos ou nos foles, examine atentamente o isolamento de cada um e procure corrosão no fole (a extremidade do cabo da vela de ignição), na vela de ignição e na bobina. Se não conseguir ver qualquer dano físico, verifique os grampos que seguram os cabos na tampa do distribuidor. Grampos danificados poderão fazer com que os cabos se soltem e não permaneçam na mesma posição. Se estiver tudo bem, volte a colocar o cabo e passe ao seguinte.

2. Colocar o motor em funcionamento

Ligue o motor e procure por arcos elétricos em torno dos cabos ou tente ouvir estalidos que poderão demonstrar uma fuga elétrica de alta tensão. Tenha cuidado para não tocar nos cabos enquanto o motor está em funcionamento, devido ao risco de choques elétricos provenientes da alta tensão.

3. Execute um teste de resistência ao cabo da vela de ignição

Utilize um multímetro (ou ohmímetro) digital ou analógico para verificar se a resistência de todos os cabos das velas de ignição se enquadra nas diretrizes do fabricante. Lembre-se de testar cada um dos cabos e voltar a ligá-lo (se estiver bem) antes de passar ao cabo seguinte. Para o fazer, defina o multímetro para a escala apropriada e meça o cabo, colocando as sondas em cada uma das suas extremidades, certificando-se que tocam nos contactos metálicos. Se a leitura estiver dentro das diretrizes do fabricante, pode voltar a colocar o cabo no automóvel antes de começar a testar o seguinte. Qualquer cabo defeituoso deve ser substituído. Se dois ou mais cabos estiverem danificados, recomenda-se a substituição de todos s por um conjunto de cabos novos.

4. Verifique se os cabos das velas de ignição estão corretamente direcionados

Consulte o manual do proprietário para verificar se os cabos das velas de ignição estão corretamente direcionados. Isto é importante, porque a ligação cruzada pode criar uma fuga de energia, o que irá reduzir o desempenho. É importante direcionar os cabos das velas de ignição de modo a que não entrem em contacto direto com peças quentes do motor, tal como o coletor de escape. O contacto prolongado com peças quentes do motor poderá resultar no aparecimento de fissuras na camada de isolamento dos cabos das velas de ignição.

Outros problemas de ignição

Os cabos das velas de ignição estavam bem? Nesse caso, poderá ser um problema com outra peça do seu sistema de ignição. Leia o nosso blogue para ver quais são as peças de ignição que pode substituir por si próprio e quais deve deixar para os especialistas.

Cabos das velas de ignição Champion

A Champion oferece uma vasta gama de cabos das velas de ignição com diferentes resistências e numa variedade de comprimentos. Explore aqui a nossa gama.

Se quiser descobrir mais dicas e truques sobre a substituição de peças de ignição, veja o nosso vídeo:

 

Os conteúdos deste artigo destinam-se apenas a propósitos informativos e de entretenimento e não devem ser utilizados como uma alternativa à obtenção de aconselhamento profissional por um técnico ou mecânico certificado. Encorajamos a consulta de um mecânico ou técnico certificado caso tenha perguntas ou dúvidas específicas relativamente a qualquer um dos tópicos aqui abrangidos. Em nenhuma circunstância seremos responsáveis por qualquer perda ou dano resultantes da sua confiança em quaisquer conteúdos.


Artigos relacionados

Quão fácil é trocar peças de ignição?

Ler mais


Velas de ignição vs. velas de incandescência

Ler mais